• O meu amor…

    por Dani Ramos    Meu amor chegou na minha vida assim como uma brincadeira, um acorde, uma música. Mal sabia eu que era Deus brincando comigo e deixando minha vida mais feliz. Um encontro casual, uma sexta-feira 13 de agosto, uma afinidade imediata, uma banda cover. E o desejo de um reencontro. Meu amor despertou em mim o desejo de ficar colada pele com pele e trouxe a ternura pelo seu toque suave. Nos despedimos várias vezes ao longo da nossa jornada. A primeira foi doída, sentida a cada dia como se fosse uma eternidade. O reencontro nos deu a…

  • ‘Bohemian Rhapsody’: filme de fã

    por Silvia Pereira     Um dos títulos concorrentes ao Oscar 2019 de Melhor Filme, “Bohemian Rhapsody” é, antes de tudo, um filme de fã. Uma cinebiografia “baba-ovo” total do grupo de rock inglês Queen. E digo isso “pagando pau”, porque……

  • Os ídolos e nós

    O futebol é um grande celeiro de ídolos no Brasil. Os motivos pelos quais escolhemos um ou outro diz muito sobre nós. O primeiro ídolo de meu pai foi Gylmar dos Santos Neves (1930-2013), goleiro da seleção brasileira que conquistou…

  • Para onde as mulheres podem fugir?

    por Márcia Intrabartollo.     Para onde  as  mulheres que sofrem violência doméstica podem fugir? Para onde as mulheres que sofrem violência doméstica podem fugir levando pelas mãos seus filhos e sem formação que lhes permita ganhar o sustento? Quando…

  • Crônica pra consolar gente grande

    Balanço os músculos doridos de biribol abrigada numa rede à beira de uma piscina. Após meses (anos?) de perdas e lutos eu e Márcio nos soltamos, gratos, à rede invisível de novos afetos… Leio ao celular notícias do mundo lá…

  • Poesia do cotidiano

    por Thiago Roque      “Roma” é o que os grandes críticos costumam chamar de “cinema em seu estado mais puro”. Bom, eu não sou um grande crítico, por isso, me arrisco a escrever que o longa de Alfonso Cuarón…

  • Sonhei que eu era Buster Scruggs

    por Raul Otuzi Com o meu indefectível figurino branco e um chapéu exibicionista que mais parecia um sombreiro, eu estava cavalgando solitário, dedilhando com destreza meu violão e cantando: “Cool Water”. Um dos irmãos Coen falou que estava muito à…

  • ‘Pantera Negra’ pra sempre

    por Thiago Roque     O ano era 1966, a temperatura nos Estados Unidos subia com a luta pelos Direitos Humanos por parte da população negra. As HQs, que retratavam como ninguém as mudanças da época, saíam na frente de…