Blog CINÉLIDE,  Sobre série

‘Os 13 Porquês’: vai encarar este espelho?

Uma adolescente se suicida sem deixar bilhete ou carta para os pais. Sigilosamente, porém, deixa um depositário de sua confiança incumbido de passar a 13 pessoas específicas fitas cassetes com explicações gravadas para elas. O que todas têm em comum é o fato de a jovem Hannah Baker considerar, cada uma, uma razão para ela ter tomado sua decisão extrema – os 13 porquês.

A escolha da mídia obsoleta é proposital, já que vamos descobrindo que Hannah sofreu bullying facilitado por estes tempos de internet e redes sociais. No contexto da série, porém, eles são apenas instrumentos para a prática de bullyings praticados desde sempre, como a objetificação do corpo feminino (por machistas de todos os gêneros), homofobia e outros tipos de violência bem mais graves, mas que podem amplificar exponencialmente seus raios de devastação.

Acompanhamos tudo do ponto de vista do tímido Clay Jensen, que nutriu uma paixonite por Hannah e parece ser o último dos destinatários a ouvir as fitas.


“A série é perturbadora na medida que nos obriga a também encarar esse espelho incômodo que Hannah Baker esfrega na cara de seus bullyers”


À medida que ele avança nas audições, uma teia de novos mistérios vai sendo tecida, já que nem o garoto parece saber direito qual foi sua parcela de culpa nessa história e todos os demais envolvidos mostram-se apavorados com certos acontecimentos que ele está prestes a descobrir.

Mais do que didática, a série é perturbadora na medida que nos obriga a também encarar esse espelho incômodo que Hannah Baker esfrega na cara de seus bullyers, sem poupar os omissos (saca o ditado “para o mal vencer basta os bons não fazerem nada”?).

A surpresa com que muitos deles encaram o mal que causaram diz muito sobre um “sonambulismo” endêmico que tem acometido quem posta o que quer nas redes, sem pesar – ou simplesmente ignorando mesmo – as consequências. Entre elas a de que a possibilidade de vidas serem destruídas é bem real.

E aí, vai encarar este espelho?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.