#crônicasdeacidentada

Crônicas relacionadas ao período de recuperação de um acidente sofrido pela autora.

  • Respeito, por favor!

    Entrando no 16º mês de recuperação de um acidente de moto, ainda não tenho autonomia para fazer compras. Já ando pequenas distâncias sem muletas, mas chega um momento em que minha musculatura ainda fraca pede apoio. Andar por supermercados e…

  • Olhares falantes

    Nossos olhos se encontraram assim que me sentei em uma das cadeiras na recepção da clínica fisioterápica. Elas ficam dispostas em fileiras, umas viradas para as outras, talvez para forçar a interação entre os pacientes – mas o que costuma…

  • P Â N I C O!

    Precisei de novo… Que droga! Estava orgulhosa de mim, acreditando que havia aprendido a dominar meus medos, a ser a guerreira que todos me julgam, mas precisei de novo da muleta. Não a de metal, que ainda ajuda minha perna…

  • A fisioterapeuta e o gato fujão

    Desde minha última cirurgia, as terças e quintas de manhã eram de fisioterapia. Em um desses dias, a fisioterapeuta que me atendia em casa extrapolou sua função para tornar-se a heroína de uma aventura entre minha família “multiespécie”. Como eu…

  • Um certo tipo de solidão

    Existe uma solidão que não é de falta de gente, mas de experenciar uma situação que ninguém pode compartilhar com você ou imaginar como é. É como olhar as pessoas em torno de si – mesmo as mais próximas –…